terça-feira

A ESQUERDA NA VENEZUELA E SUAS AMEAÇAS NO BRASIL


A Venezuela é governada por um patife, o ditador socialista Nicolás Maduro, um imbecil que herdou a megalomania do Hugo Chávez, ambos amigos e aliados de Lula (https://www.youtube.com/watch?v=QR6DJd4hnUE), de Dilma e de toda a esquerdalhada brasileira (o PT e seus genéricos do PSOL, PCB, PCdoB, etc).



O socialismo é a utopia das sociedades igualitárias comandadas por Estados que governam todos os aspectos da vida e da sociedade. Não há liberdade nesse sistema em que as pessoas são reduzidas a massas desalmadas, a gado comandado por tiranos que assumem a soberania sobre as vidas e sobre as crenças dos seus governados. 

É utopia porque não existe possibilidade de igualdade num mundo onde as pessoas não são iguais, onde há controle por meio da força estatal para que as pessoas se submetam a um regime onde a perversidade, a corrupção e a injustiça são práticas usuais e necessárias para que governos totalitários se estabeleçam por meio da privação das liberdades, sempre por meio da força da tirania. 

Não há na história nenhum caso de socialismo em que esse regime não tenha provocado fome, miséria e mortes em grande escala (genocídios) nas populações dos próprios países em que essa ideologia político-social nefasta foi implementada. Esses ditadores decidem quem morre e quem vive para que seus ideais perversos prossigam - e para que façam fortuna. O povo é reduzido a uma massa desalmada de engrenagens mas seus tiranos são transformados em semideuses cultuados em todos os espaços públicos - esses regimes são essencialmente hipócritas e apesar de declararem-se ateus têm fortes caracteristícas pagãs - o culto é à personalidade dos seus líderes, sempre elevados a condições acima da humanidade comum.


Resultado de imagem para genocídio comunista

O extermínio de ucranianos pelos soviéticos
(Holomodor)


Resultado de imagem para comunistas

Imagem relacionada

Imagem relacionada
Culto aos líderes socialistas/ comunistas

Existe um grande esforço das lideranças políticas da esquerda latino-americana, liderada por Lula durante os seus governos no Brasil, de implementarem o socialismo nessa parte do continente - o "Bolivarianismo" (quase uma versão de URSS das Américas). Por meio da união dos líderes políticos de esquerda no "Foro de São Paulo" está em curso uma política de promoção da causa socialista e de combate aos valores estabelecidos em todos os países envolvidos nesse projeto. Para o sucesso desse empreendimento a erosão social é coisa necessária, mera etapa, pois somente com o enfraquecimento das sociedades é que um novo regime, tratado como salvador das calamidades (que na verdade foram cultivadas), será bem quisto por populações que sofrem de carestia e da falta de referenciais.



Esse enfraquecimento das populações se dá, primeiro, por meio da difusão de ideias. Primeiro consolida-se o discurso da "luta de classes" jogando pessoas contra pessoas, o pobre contra o rico, o funcionário contra o patrão e esse discurso progride para a luta entre outras categorias como a do negro contra o branco, da mulher contra o homem, dos filhos contra os pais, dos homossexuais contra o modelo de família tradicional, etc. Deve-se reconhecer que existe sim problemas sociais, injustiças e preconceitos, mas a solução apresentada pelo socialismo com o seu subproduto que está sendo amplamente praticado no Brasil, o "Marxismo Cultural", é a destruição dos valores estabelecidos por meio do confronto, do revanchismo, da utopia e da mentira. Seus proponentes impõem injustiças como meio de corrigir outras injustiças e apresentam soluções impossíveis que produzem apenas a crença cega e obediente em pessoas com consciência fraca, e não a solução real dos problemas discutidos. O assistencialismo é propagado como solução, o povo passa a venerar a mão governamental que os alimenta e lhes fica devoto mesmo diante dos escândalos das suas evidentes corrupções. Essa população permanece cativa a um sistema ilusório que não pode subsistir, porque a realidade dos seus recursos são menores do que o engano acreditado dos seus discursos. Os governos populistas que visam o socialismo parecem ser bondosos, distribuem o dinheiro público, oriundo de pagadores de impostos, como se governos fossem capazes de gerar riqueza - uma mentira, pois quem produz riquezas são os pagadores de impostos, os empreendedores e os trabalhadores. Assim esses governos sobrevivem às custas de suas benesses, distribuem bolsas, pagam as contas das pessoas (reduzindo muitas delas à apatia e aos maus costumes), compram políticos, financiam a corrupção em grande escala e gastam os recursos irresponsavelmente como se não houvesse amanhã... mas o dinheiro acaba, a economia entra em ruína, os pagadores de impostos sucumbem diante da exploração e da corrupção governamental. O objetivo dos governos socialistas não é o de corrigir problemas, mas sim o de administrá-lo provisoriamente até que o seu verdadeiro objetivo se concretize, que é o estabelecimento do seu projeto de poder ainda que seja por meio do caos social. Até que esse país se torne socialista o mal da pobreza continua lá, insolúvel e um dia essa maquiagem falsa numa economia em crise explodirá como uma bomba relógio, fazendo com que a propagada luta de classes se concretize numa crise social real, grave e generalizada, com a perda de valores e a ruína das estruturas sociais até então estabelecidas. Por meio do caos e da desordem populações inteiras são mais facilmente dominadas pela força dos governos tiranos.




Desenho "O Pintinho Ingênuo" - Método socialista de destruição de uma sociedade



Beneficiária da "Bolsa Família" se queixa porque com seu benefício não dá para comprar uma calça de 300 Reais

Resultado de imagem para bolsa família

lavagem cerebral do Marxismo Cultural está em adiantado curso e sendo amplamente praticada pelos meios de comunicação e de educação no Brasil para que as pessoas passem a desejar um novo modelo social, um novo regime. É por isso que as escolas e universidades estão tomadas por ideologias de esquerda e se transformaram em fábricas de militantes que são cooptados por recrutadores disfarçados de professores. A ocupação das universidades por lobotomizados imbecis que enaltecem um déspota assassino como Maduro é uma realidade faz tempo (veja uma amostra desse vexame em: https://www.youtube.com/watch?v=c_O-a5J7av4 e veja a reação e um jovem venezuelano a esse disparate em: https://www.youtube.com/watch?v=HBKD-pcQW90). A cartilha do Marxismo Cultural já se assenhorou de todos os discursos nos centros acadêmicos, a agenda deles está dominada pela temática revanchista e de vilipêndio a todos os valores éticos. O ridículo e a desumanização são celebrados por jovens num contexto acadêmico pervertido. Em lugar de ensinarem disciplinas objetivas como matemática, português, geometria, etc os "mestres" usam a audiência cativa e despreparada que têm nas escolas para propagarem suas ideologias entre seus alunos e assim desconstruírem toda base social e moral que foi construída ao longo do tempo. Tempos tenebrosos estão sendo cultivados, os jovens em formação de hoje provavelmente serão adultos a serviço de perversões num futuro próximo.



Vexame...


Estudante venezuelano indignado com o vexame dos universitários brasileiros que cantaram em apoio a Maduro

Resultado de imagem para universitária esquerdista


Universitária esquerdista em estado deplorável latindo na universidade
Resultado de imagem para escola sem partido
Escola sem partido - uma necessidade urgente!

Os meios de comunicação também estão a serviço do Marxismo Cultural. Quase todos insistem em embutir na consciência das suas audiências ideias que confrontam as noções de certo e de errado que temos. Não existe verdade para esses ideólogos, nem justiça, nem certo, nem errado. Propagam que a lei é tirana e seus agentes são fascistas, que os criminosos são vítimas da sociedade, que casamento entre homem e mulher é coisa retrógrada, instituição falida, mas defendem e impõem a loucura da existência de muitos gêneros, de muitas perversões - e ainda não chegamos ao fundo do poço, logo mais legitimarão pedofilias, bestialidades, perseguição e defenderão o extermínio daqueles que chamam de fundamentalistas e fascistas (uma idiotice) simplesmente porque defendem valores tradicionais. O Marxismo Cultural planta a desordem a fim de que se enfraqueça e desligitime todos os valores até então estabelecidos visando a construção de uma nova sociedade. Por isso que crenças e valores bem estabelecidos, especialmente de vertente judaico-cristã, são atacadas pelos defensores do socialismo - o cristianismo é o grande inimigo desse tipo de regime tirano.

Imagem relacionada

Resultado de imagem para universitária esquerdista

Programa de TV engajado na desconstrução humana



Ex agente da KGB explica estratégia comunista que está sendo aplicada no Brasil


Enfim, quando estivermos diante de convulsões sociais, e com fome, nos submeteremos facilmente a quem nos oferecer uma solução que requeira nossa obediência. Foi assim com toda experiência socialista/ comunista. Com fome agradecemos por qualquer pão pisado. É exatamente por isso que fomos também desarmados, estamos em preparação (passiva) para não termos condições nenhuma de oferecermos resistência a quem nos oprimir - e isso nos acontecerá como está acontecendo na Venezuela, a não ser que mudanças aconteçam no nosso curso, precisamos interromper o progresso do estabelecimento de um regime que nos submete à tirania. O PT do corrupto Lula (o grande nome do empreendimento socialista latino-americano na atualidade), cuja corrupção é um problema muito menor se comparado à ideologia e ao projeto que representa, e seus subservientes PCB, PCdoB, PSOL e afins, não podem ocupar a Presidência do Brasil nesses nossos tempos de grave crise política, econômica, social e ideológica.



Resultado de imagem para universitário esquerdista

Na Venezuela o socialismo está em adiantado curso de implementação. Seu déspota persiste diante do caos social que cultivou. O povo padece de fome e de necessidades básicas. Muitos estão morrendo pela desnutrição ou pela tirania - mas não sem resistência por parte de alguns. Dentre os resistentes venezuelanos estava Óscar Pérez, piloto de elite da polícia venezuelana que se insurgiu contra o ditador Maduro. Pérez chegou a sequestrar um helicóptero e atacou uma instalação do governo, mas não deixou vítimas, tornando-se num odioso inimigo de Maduro porque acreditava que governos que impõem sofrimento e miséria ao seu povo devem ser derrubados, são ilegítimos - e Pérez está certíssimo! Seu objetivo era o de influenciar a população à resistência a fim de derrubarem um tirano que as oprime, mas uma grande parte da população foi lobotomizada e ainda apoia o seu ditador, está vivendo no triste estágio em que se "agradece pelo pão pisado". A parcela que é consciente da perversidade do seu ditador está desarmada e não se vê em condições de fazer oposição real ao seu tirano. Enfim, Pérez foi cercado pelas tropas de Maduro, e provavelmente terminou morto...



O último video de Óscar Pérez

A imagem pode conter: 1 pessoa, texto


Na Bolívia o socialista Evo Morales também prossegue com seu plano Bolivariano. As liberdades nas práticas religiosas tiveram a sua concessão, entendida por esses ratos ditadores como uma benesse que pode ser concedida ou não pelo Estado, retirada. Atualmente a prática religiosa não é livre na Bolívia e o principal afetado por essa repressão estatal foi o cristianismo. O Marxismo Cultural progride por lá para cativar as consciências sob um líder que se apresenta como o senhor de todas as coisas, tal como faz Maduro, Kin Jon-un, tal como fizeram Stálin, Lênin, Fidel Castro, Mussolini, Mao Tsé Tung ou Hitler.

Resultado de imagem para evo morales religião

Você quer ser dominado por um sistema de déspotas que te priva de ser livre e que persegue até a morte os seus opositores? Não?! Então NÃO VOTE EM NENHUM CANDIDATO POLÍTICO DE ESQUERDA!
Resultado de imagem para partidos de esquerda