sábado

Folhetos





O Evangelho não significa acreditar nas pessoas ou no potencial humano. Pelo contrário, Ele revela a completa falência do gênero humano e aponta para a única esperança possível que está na humilhação, tanto da humanidade em reconhecer-se pecadora e carente da Graça divina como na humilhação do próprio Deus em renunciar a sua Glória para se fazer homem em Jesus Cristo e na sua suprema humilhação em  se deixar condenar à morte numa cruz como um maldito com a finalidade de salvar sua amada criatura humana para a sua glória.
Por isso, o Evangelho aponta a humilhação da cruz como o caminho único possível para a restauração da verdadeira dignidade humana e não existe nenhuma esperança para a humanidade à parte do Evangelho - a boa-nova da salvação operada por Cristo.

"...haja em vós o mesmo sentimento que houve também em Cristo Jesus, que, sendo em forma de Deus, não teve por usurpação ser igual a Deus, mas esvaziou-se a si mesmo, tomando a forma de servo, fazendo-se semelhante aos homens; e, achado na forma de homem, humilhou-se a si mesmo, sendo obediente até à morte, e morte de cruz." 
Filipenses 2:5-8

"Chegai-vos a Deus, e ele se chegará a vós. Alimpai as mãos, pecadores; e, vós de duplo ânimo, purificai os corações. Senti as vossas misérias, e lamentai e chorai; converta-se o vosso riso em pranto, e o vosso gozo em tristeza. Humilhai-vos perante o Senhor, e ele vos exaltará." 
Tiago 4:8-10