quinta-feira

Igrejas transformadas em templos do humanismo e do capitalismo


Prédios históricos onde no passado funcionavam igrejas estão sendo transformadas em bibliotecas, bares, cafés, boates...

Há quem diga que isso é bom, e tais pessoas apenas refletem o espírito humanista libertário do nosso tempo relativista e miserável. Eu penso que a entrega desses símbolos cristãos para outros fins apenas mostra um problema anterior: esses povos apostataram da fé faz tempo e esses símbolos realmente perderam seu sentido numa sociedade que baniu Cristo de sua vida...

As deturpações do Evangelho sempre ruem, não o próprio Evangelho!
"Passará o céu e a terra, mas as minhas palavras não passarão." Marcos 13:31 

Em alguns países, o seu cristianismo cultural está sucumbindo diante do humanismo, do secularismo e do crescimento de outras religiões. Mas o cristianismo cultural, assim como o neopentecostalismo e tantas outras deformações do cristianismo, deixou de ser Evangelho quando assumiu características diferentes daquelas ensinadas pelas Escrituras. Nessas deturpações as Escrituras perdem a importância, assim como a doutrina cristã, e tudo o que se faz são meras absorções de alguns valores que têm origem cristã mas que são pinçados e reinterpretados de acordo com os diversos interesses sociais, políticos e religiosos. É a sociedade e não Cristo o foco da glorificação nessas deturpações e o senhorio da pessoa de Cristo é relativizado e substituído por outros valores, pessoas ou interesses. E isso tudo entra em ruína um dia.

Mas sobre o Evangelho, sobre Cristo e sobre a sua Igreja, saiba-se que força nenhuma neste mundo (ou em outro) pode fazê-los ruir:

"Nem a altura, nem a profundidade, nem alguma outra criatura nos poderá separar do amor de Deus, que está em Cristo Jesus nosso Senhor." Romanos 8:39

"...e sobre esta pedra edificarei a minha igreja, e as portas do inferno não prevalecerão contra ela..." Mateus 16:18